sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Show de realidade

Nunca estive em uma favela. Mas ao assistir o filme "Show de Bola" de Alexander Pickl me fez sentir um pouco como é a vida de quem vive nessas comunidades. Apesar do título, o filme ultrapassa o sonho de um "zé ninguém" de se tornar jogador de futebol, deixando explícito como tudo é mais difícil do que parece.
Tiago é um jovem bom. Quando criança, vê seu pai ser assassinado. Com uma bolas nos pés e um sonho na cabeça, Tiago tenta conciliar futebol e as responsabilidades com a mãe doente. Apesar de conviver com a lucratividade do tráfico, o rapaz não se deixa enganar e não se envolve com as drogas. Mas quem mais lhe apoia no seu futuro como jogador é o traficante que domina a favela.
Dividido entre o sonho e os riscos, Tiago vive sobre a proteção do Tubarão, mas presencia cenas que jamais lhe sairão da cabeça. Uma das mais marcante, sem dúvidas, é quando ele se vê obrigada a matar seu melhor amigo, Sabiá, em defesa da própria vida.
A maior parte do filme se passa dentro de uma favela, ressaltando a precariedade das construções e a carência da população local. Trata-se de um filme que chocante, que faz o espectador encarar o que já é normal pra tantas pessoas. O elenco, principalmente Thiago Martins e Lui Mendes, deixa claro que o cinema nacional tem seus talentos.


sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Primeiro post de 2010. Demorou mas chegou !
Confesso, estou de férias e com preguiça de escrever aqui. Isso por que fico o dia inteiro em frente a televisão, assistindo filme e/ou lendo. A noite, sempre acho algo de interessante pra fazer, mesmo aqui em Pedro Leopoldo.

Em resumo, meu ano começou bem. Meu reveillon foi perfeito, com pessoas especiais. O vestibular acabou e, finalmente, posso dormir 8 horas por noite. Já encontrei amigos que não via a muito tempo. Cortei meu cabelo e estou com um visual completamente diferente (e bem radical, diga-se de passagem). A viagem pra Porto Seguro se aproxima cada vez mais, o que me deixa bem saltitante. Vários casos entraram para o meu currículo. Ainda não posso fazer planos, já que estes dependem do MALDITO vestibular. Mas eu os farei, assim que sair o resultado.




Minha vida tem se resumido a isso. Dormir, ler e ver filme de dia. Beber, cair e levantar a noite. Enquanto minha vida boa não acaba, estarei por aqui, prestando conta dos meus dias.

Até breve !