quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Existe vida sem popularidade ?

Claro. É claro também que ninguém dispensa uma boa vida social, mas o status de "eu sou popular" não pode estar completamente ligado à felicidade. O fato de conhecer muitas pessoas (e consiguir agradá-las da maneira que você é) é mais importante do que ser conhecida por muitas pessoas. Entende a diferença? De que adianta ter seu nome na boca de todo mundo, e não ter ninguém para ligar quando sua melhor amiga viaja no final de semana?
Ser popular também pode ter algumas causas e consequências. Você só se tornou popular porque cortou o cabelo igual ao da atriz da novela, ou porque só usa roupas de marca, ou porque tem uma mochila linda. E para continuar a ser popular tem que fazer aquilo que todo mundo gosta e perde o direito mais importante que nós, seres humanos, temos : o direito de ser nós mesmos. As coisas passam a ser superficiais demais, e conceitos como caráter, índole e personalidade se perdem em meio a tanta futilidade.
E as "Dez dicas infalíveis para se tornar popular" ou "Passos a seguir para ser a mais popular" ou ainda "O que é preciso fazer para ser a mais conhecida"? Me intrigam ainda mais. E é a constatação de como a popularidade é um estereótipo, o que você deve parecer e não o que você deve ser.r
É perfeitamente possível ser feliz e de bem com a vida sem ter popularidade. Com alguns poucos (e bons) amigos, a gente descobre de que é feita a amizade. E que o valor das coisas não está na quantidade em que elas vêm e sim no potencial que elas têm.

Texto paro o "Tudo de Blog" da CAPRICHO

8 comentários:

  1. exaatamente. felicidade não depende de popularidade e, na boa, eu sinto pena dessas pessoas que fazem de tudo para conseguir o título de 'popular', porque aposto que quando conseguem, ao invés de sentirem aquela euforia por dentro, devem sentir aquele vazio de não terem sido eles mesmos. adorei seu texto, e seu blog! :*

    ResponderExcluir
  2. Eu só discordo de você em um ponto: acredito que existem maneiras de ser popular sem fingir ser outra pessoa...tem gente que brilha, independente de querer ou não...


    www.inkatharsis.blogger.com.br

    ResponderExcluir
  3. E que o valor das coisas não está na quantidade em que elas vêm e sim no potencial que elas têm.


    você disse tudo, e eu concordo haha

    ResponderExcluir
  4. aih colega TDB, acho que a gente sempre segue mais ou menos a mesma opiniao nos posts ;P adorei ;D

    ResponderExcluir
  5. Se você tiver uma melhor amiga né?

    ResponderExcluir
  6. E se a pessoa for ela mesma, disser o que pensa e agir como quer e ainda ser popular? acredito que independente de esteréotipos, as pessoas cultivam diversos tipos amigos,e se ela não ligar para quantidade, e agir naturalmente,
    sendo boa, vai ser popular.;}

    ResponderExcluir
  7. Disse tudo e bonito!
    PS. Amei seu blog - tem um vicual super cool, e você escrever hiper bem !

    ResponderExcluir
  8. Acho que para ser popular tem que conseguir confiança suficiente dos outros, dai vc começa a mentir e criar buatos ... Mas tem como ser popular sem ser chatinha e vulgar e so ser reconhecida pelas coisas boas que faz como pela sua amizade , seu interesse pelos problemas dos outros ou coisa do tipo dai as pessoas começam a falar "ai adoro ela pq ela me ajudou ... " acho que assim vc vira popular mas ao mesmo tempo legal .

    ResponderExcluir