quarta-feira, 7 de outubro de 2009

O mini-sonho acabou

Talvez muitos de vocês não entendam o real motivo desse post. Como eu já disse algumas vezes, só que já participou de um MUN sabe o que é. Mas vamos aos fatos, quero ouvir opniões.
Quando nós participamos desses tipos de evento, o Colégio no qual estudamos banca 50% dos custos de hospedagem, inscrição e transporte. Tudo sempre correu muito bem. O alunos que foram representaram o Magnum da melhor forma possível, e constríram um NOME dentro de BH e fora. Mas agora, eis que surge a notícia da vez: ALUNOS QUE NÃO FIZERAM UM DEVER DE CASA, NÃO SERÃO BANCADOS PELA ESCOLA.
Se fosse um sistema JUSTO e EFICAZ, eu enho certeza de que todo mundo aceitaria numa boa. Mas não é. Há falhas, e falhas que prejudicam os alunos de uma forma incalculável. Vamos às falhas:

1) Nem todo mundo que está no registro da escola com o dever FEITO, fez o dever de fato. Todos que já foram estudantes normais sabem que as técnicar de copiar dever e escapar do visto do professor de tornam mais modernas a cada dia. Então, nem todos que não fazem o dever, são punidos. ISSO É INJUSTO.

2) Não há nenhuma relação entre FAZER DEVER e PODER SIMULAR. Inclusive, muitas vezes são deveres de filosofia, sociologia ou física, que não interferem em NADA no desempenho do aluno na simulação. ISSO TAMBÉM NÃO É JUSTO.

3) Os alunos que realmente tem interesse em desenvolver-se intelectualmente, acrescentando todos os benefícios que uma simulação fornece a formação de um secundarista, são PRIVADOS de fazê-lo. A escola não está cumprindo seu papel de formar cidadão que diz ter. Ela está tentando cumprir um papel de formar alunos perfeitos, o que NUNCA acontecerá. ISSO TAMBÉM NÃO É JUSTO.

Eu me revolto. Me revolto porque vi no rosto de cada um a DECEPÇÃO ao saber que não poderia ir. Me revolto porque senti o que casa um sentiu. Me revolto porque eu queria poder levá-los e aprensentá-los esse mundo. Me revolto porque estou de mão atadas, sem poder fazer absolutamente NADA.

Só queria compartilhar com você da minha indignação.

7 comentários:

  1. 1/3 da delegação do colégio foi cortada pelo motivo DEVER NÃO FEITO. Isso atrapalha a motivação dos outros alunos, que estão pagando pelos 'erros' dos outros. ISSO NÃO É JUSTO

    ResponderExcluir
  2. Lou, acredito que, assim como você eu possa falar como "observador externo" da situação, pelo fato de eu não ter levado nenhum BANC, porém fui afetado e MUITO indiretamente por isso.

    Concordo integralmente com sua colocação, essa questão do dever de casa é muito sensível, não quer dizer que uma pessoa que deixou de fazer UM dever de casa seja uma irresponsável completa, isso é insanidade, é um pré-conceito, e participar da simulação fica longe de ser um mérito. O ser humano não é perfeito, e comete deslizes e o BANC acaba por se tornar cada etapa mais frequênte.

    Outra questão a ser abordada é o interesse do aluno de participar da simulação. Como disse meu companheiro Luket, simular está longe de ser convidativo a primeira instância. A simulação ocorre num feriado e já existe um pré-conceito a respeito do evento com a maior parte dos alunos. Se você não dá oportunidade aos alunos de conhecerem o evento, nenhum irá se esforçar em fazer os deveres de casa afim de participar das simulações!

    É necessário primeiro criar um interesse do aluno para com o evento, para depois exigir qualquer coisa. Além de mudar o método de seleção, que é muito falho.

    ResponderExcluir
  3. É deveras complicado eu raramente fazia deveres de casa, e hoje estou muito bem empregado, fiz a facudlade com um bom aproveitamento, e tive nota 9.17 na monografia, pós e tudo mais..dever de casa é importante, mas não deveria impedir de um grupo bom de alunos irem a uma simulação que é academicamente falando muito mais interessante para o desenvolvimento do que um dever de casa.

    o chato é que muita gente está sendo prejudicada por um capricho, mas se Deus quiser, tudo irá se reswolver.

    ResponderExcluir
  4. Aih cara não é justo?! mais fazer oq!?
    vc estuda onde em BH?! eu já fui pra BH pra amostra de artes, fui aluna marista minha vida toda, vivia viajando pelo RJ e MG pra amostras, etc!
    beijos

    ResponderExcluir
  5. Juuu...que chato isso...
    mas é assim mesmo quando a escola quer barrar algo ela pega naquela ferida...e o que ´podemos fazer nada...ne..
    so nas materias de menos interesse..pq eles sabem que nao iamos fazer....

    mas fica assim nao..agora é mostrar seus direitos...

    Bjao linda....
    otimo fim de semana

    ResponderExcluir
  6. Indignação de fato pertinente, como você disse, não é um sistema justo de avaliação, cabular dever de casa é a coisa mais fácil que existe.

    ResponderExcluir
  7. Indignações compartilhadas são sempre as melhores ;*

    ResponderExcluir